segunda-feira, 31 de agosto de 2009

RABISCANDO E CLICANDO... quadros e fotos.








Clique sobre as imagens para ampliá-las (quadros ney).

Na aposentadoria veio uma vontade de pintar uns quadros grandes, em torno de 1,00 x 1,30m. Sem conhecimento e experiência nessa arte, sequer o dom de pintar, quis me expressar do meu jeito sem jeito, seguindo o sentir, usando o material mais acessível, tentando o caminho da praticidade, adequado a falta espaço (apartamento), num local mais aberto e ventilado possível, face ao cheiro forte da tinta a óleo.
Usando pincéis, rolinhos e pedaços de espuma etc., fui inventando formas que vinham na imaginação, e combinando cores seguindo uma harmonia própria.
Creio que esses quadros se enquadram em algo mais parecido com o abstrato (?), já que não têm formas definidas, precisas e naturais. Parece que a pintura figurativa saiu um pouco de moda, talvez porque a fotografia veio a reproduzir com exatidão, as dimensões e cores das figuras.
Então inventamos formas e cores, que dizem retratar também nosso interior, seguindo estados da alma, do espírito, dos sentimentos, paixões emoções, vibrações. Assim fui deixando fluir essas energias, e pintei uns 15 quadros, que ficaram no âmbito da família, e estão até hoje nas paredes (uns 13 anos).
Mas é muito trabalhoso, tintas, pincéis, telas, molduras, lava e seca, monta e desmonta, falta espaço, o cheiro de tinta vai até para o vizinho. E chegou o mundo digital, fotografamos e baixamos no computador imagens com extrema precisão, que ainda podem ser corrigidas e melhoradas no photoshop. E fica a pintura para os artistas de verdade, e vou clicando minhas fotos, do meu jeito amador e sem pretensões, vendo e sentindo, distraindo. Um olhar mais sensível e atento, vivenciando e registrando momentos, e belezas da natureza. ney.

sábado, 29 de agosto de 2009

UM SÁBADO LUMINOSO NA ORLA.







Clique sobre as imagens para ampliá-las (fotos ney) - hoje à tarde na Praia de Icarai - Niterói-RJ.
E minha sombra estava tão comprida no pôr-do-sol, que eu podia tirar minhas fotos na areia e ficar de olho na bicicleta lá na calçada (rs). Bom ver uma tarde assim azul, luminosa, e jovens dando seus saltos no ar, deslizando na água; pessoas de todas as idades caminhando, andando, pedalando, jogando volei e futebol, buscando uma vida saudável esportiva. ney/

LUAR DE AGOSTO


Clique na imagem para ampliá-la (foto ney) + photoshop.
Fica difícil ver a LUA nas cidades, em meio a tantos arranha-céus. Não se canta mais a LUA, sempre lembrada nos tempos românticos. Lembrei da antiga marchinha:
A lua é dos namorados (Aemando Cavalcanti / Klecius Caldas e Brasinha)... Todos eles estão errados, a lua é dos namorados. Lua ó lua, querem te passar pra trás... Lua ó lua, querem te roubar a paz. Lua que no céu flutua, Lua que nos dá luar... Lua ó lua, não deixa ninguém te pisar.
Dois clássicos: Clair de Lune (Claude Debussy) e Sonata ao Luar (Beethoven). O famoso Moonlight Serenade e outros.

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

PARQUE DA CIDADE - Niterói-RJ. (clique aqui)



Clique sobre as imagens para ampliá-las (fotos ney).
Hoje fez um belo dia azul, e do Parque da Cidade, em Niterói, temos uma bela vista de toda a Baía da Guanabara, Rio, Niterói e região oceânica. Clicando no TÍTULO acima, um lindo vídeo de um vôo de parapente. Vamos nessa?

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

FESTA

Não foi uma festinha, não combina com 65 anos. Mas todo ano aparecem os filhos, netos, sobrinhos, parentes e amigos, e acontece um encontro familiar e amigo. Uma torta, salgadinhos, refrigerantes, evidentemente fico feliz com esse carinho de todos. ney.

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

MÃOS DADAS





.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
Dar as mãos, geralmente, significa o grande momento de iniciação do amor. Diferente daquele vivido no relacionamento familiar, enquanto crianças, ele acontece quando nos transformamos em adolescentes, e entramos na idade da razão.
Então é mágico, inesquecível, intenso e vibrante, aquele primeiro contato das mãos, que pode acontecer num encostar, em leves toques, que antecedem a nossa confiança em dar as mãos como amantes.
Ah, é uma viagem total, impossível de explicar, mas plena de sentir. Aquele toque macio e gostoso se transforma numa cintilante eternidade.
Na minha geração, dos “anos dourados”, ele acontecia freqüentemente no “escurinho do cinema”. Era antecedido por alguns olhares, que já insinuavam um consentimento mútuo desse primeiro toque das mãos. Mas como ainda era considerado uma intimidade ousada. pela sociedade da época, acontecia de modo furtivo, o que valorizava ainda mais esse momento.
E vinham em seguida os abraços, os beijos, os rostos colados nos tantos bailes que aconteciam... formatura, debutante, carnaval, e sempre tinha um baile na casa de alguém da turma.
Após duas sangrentas guerras, vivíamos uma época de prosperidade no mundo, de sonhos hollywoodianos, nas telas grandes do cinemascope, os beijos ficavam cada vez mais intensos, e nas poltronas nem víamos direito os filmes, os beijos eram adocicados por drops, chiclets de bola, chocolates, e os lanterninhas, “vigilantes da moral e dos bons costumes”, não nos deixavam em paz.
E vinham os anéis de noivado na mão direita, os de casado na mão esquerda, mas as mãos foram resolvendo ficar juntas de livre vontade, e os tempos mudaram. Mas as mãos ficam juntas de muitas formas, amantes, amigas, solidárias, e vão ficando enrugadas, mas sempre nos confortam no THE END de nossas histórias. ney

LAGOA DE PIRATININGA - NITERÓI-RJ


Clique na imagem para ampliá-la (foto ney) - hoje na Lagoa de Piratininga - Niterói-RJ.
Esse é o colhereiro de asas cor-de-rosa, uma espécie de garça de bico comprido, alargado na ponta parecendo uma colher (dai o nome). Com ele revolve o fundo da água e se alimenta de peixes, crustáceos, insetos e moluscos. ney/

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

PÔR-DO-SOL


Clique sobre a imagem para ampliá-la (foto ney).
Eu não sei o que dizer, não sou poeta, nem cantor... mas voam alto meus pensamentos. E você é linda sim, e assim, mais até que esse pôr-do-sol... mais que demais... Clique no endereço abaixo, ou no título

http://www.youtube.com/watch?v=3tcY9rE_Cjs

TRATORES


Clique na imagem para ampliá-la.

Mas já que falei dos pesados guindastes de ferro, vou falar também dos tratores. Resolvi trocar minha leve bicicleta de aluminio por um pesado trator. Mas logo no primeiro dia destroquei, muito trabalho, e enfrentar aquela lama toda, de bike eu dou minhas pedaladas pela orla. Mas os tratores são lembrados com música e poesia, dão shows em programa de TV, tem até acompanhamento musical para o ritmo deles, com guitarras e violinos: http://www.youtube.com/watch?v=a1ThSi1wbqU http://www.youtube.com/watch?v=lddGdSFOFgA&feature=related http://www.youtube.com/watch?v=UwadWc-QeAg&feature=related
Mas olha que os quindastes podem se organizar e reclamar seus direitos: Guindastes, unidos, jamais serão vencidos!!! (rs).

domingo, 23 de agosto de 2009

GUINDASTES


Clique sobre a imagem para ampliá-la (foto ney).


Gigantescas estruturas de ferro, engrenagens, motores, roldanas, cabos de aço, sustentam toneladas embarcando e desembarcando cargas dos navios, pesados containers. Enfileirados na beira do mar, no cais do porto, parecem enormes gafanhotos, ou dinossauros, com suas longas torres avançando sobre a Baía da Guanabara, e que parecem alcançar o céu. Quando vistos de encontro ao pôr-do-sol, formam enormes vultos no dourado poente.
Procurei, mas não encontrei muitos textos poéticos sobre eles, parecem mesmo fadados ao trabalho pesado, numa imagem fria de ferro e aço. Mas não os vi assim, talvez pelo desenho criado em contraste com o lindo cenário de céu azul e muitas nuvens brancas. Então fotografei alguns de dentro do carro em movimento, passando pelo viaduto que acompanha toda a orla do cais do porto.
Mas tanto existe poesia, que estão em andamento muitos projetos de modernização da antiga área, que historicamente consolidou a abertura dos portos às nações amigas. E por ali passam os transatlânticos que trazem tantos turistas ao Rio, e já existe a Cidade do Samba, um museu, criando uma extensão do corredor cultural da cidade.

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

CRISTO REDENTOR


Clique sobre a imagem para ampliá-la (foto ney).

... “Cristo Redentor, braços abertos sobre a Guanabara, este samba é só porque, Rio eu gosto de você”... diz bonito a bela música (samba do avião), do Tom Jobim, sobre a Cidade Maravilhosa.
Mas o CRISTO, às vezes, fica triste, com esses tiros, balas perdidas... Mas não desiste, é um REDENTOR, e apesar de tantas nuvens, continua a nos abençoar, iluminar, e queremos sempre acreditar. Infelizmente, em todas as cidades do mundo, vivemos em edifícios, casas, condomínios gradeados. Pois é, e acabamos vendo o mundo um pouco assim por trás das grades. Sou de uma geração que ainda viveu e brincou nas ruas livremente, sem medos. Clique no endereço a seguir ou no TÍTULO acima... http://www.youtube.com/watch?v=pxNJFhbUpXI

IGREJAS NO CENTRO DO RIO



Clique nas imagens para ampliá-las (fotos ney).
.
E nessas idas ao centro do Rio, vou entrando aqui e ali, igrejas, centros culturais, lembrando do dia-a-dia de tantos anos (estou aposentado), e vou clicando. A primeira acima é a Igreja de São José (Praça XV); a outra a de São Vicente de Paula (Lgo. São Francisco), as duas bem bonitas. ney/

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

AS AMENDOEIRAS E O OUTONO


Clique sobre a imagem para ampliá-la (foto ney).
As folhas das amendoeiras resistem ao outono, e ficam coloridas e caem no chão já quase no final do inverno, início da primavera. Belas cores, lindos desenhos nas folhas, mais um espetáculo da natureza.

BELA CONFEITARIA COLOMBO (clique aqui para ver o vídeo)



Clique nas imagens para ampliá-las (fotos ney).
Ontem fui ao centro do Rio e estive na Confeitaria Colombo, e não poderia deixar de fotografar. Aliás, são muitos a tirar fotos, turistas e locais, porque é tudo muito bonito. Um Japonês tirou 3000 fotos e publicou um livro (veja no vídeo). Gosto da comida, dos doces, da viagem no tempo... trabalhava ali próximo, eventualmente almoçava lá, mas de olho nos doces, lanches. Eu era bem criança e meu pai já levava para casa os produtos da Colombo. Tem um bom vídeo no youtube... http://www.youtube.com/watch?v=7sFZHMUkKlI ou clicando no TÍTULO acima. ney/

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

SÃO PAULO

Hoje encontrei um amigo aposentado lá no Banco Central, que também trabalhou comigo em São Paulo. E ficamos a lembrar daqueles tempos, fomos do primeiro concurso do Banco e tomamos posse em SAMPA. Já falei a respeito aqui no blog, mas foram 5 anos morando naquela imensa cidade e não se esquece nunca.
Sempre digo que foi um "difícil começo", como canta Caetano na música SAMPA. Deixei aqui família, amigos, namorada, todas as raízes e identidades, e fiquei os primeiros 2 anos morando no centro, perdido na multidão, vivendo em hotéis, pensões, até alugar um mini apartamento de sala, cozinha e banheiro.
Os outros 3 anos foi casado, morando nos JARDINS, bem no filé mignon - Rua Gabriel Monteiro da Silva, próximo da Faria Lima, Shopping Iguatemi, um dos poucos edifícios no meio de tantas mansões e áreas verdes... sorte minha ter achado, no primeiro anúncio de aluguel que vi no jornal. E trabalhando na Av. Paulista, e a mulher dando aula num ótimo colégio, ao lado de casa (Madre Alix).
Então vivi São Paulo e conheci tudo, inclusive interior e litoral, fiquei mais paulistano que meu irmão que nasceu lá, antes da família vir para o Rio. E fiz ótimas amizades, e foi tudo um grande aprendizado e amadurecimento. E quando surgiu uma oportunidade voltei para o Rio, onde estava a família e todas as raízes.
Rio e Sampa se completam, a Via Dutra para mim se tornou uma avenida, foram tantas viagens que eu teria dado 2 voltas e meia na Terra. BONS TEMPOS! A gente não esquece nunca. ney/

DIA MUNDIAL DA FOTOGRAFIA (clique aqui para outras fotos)












Foi a amiga, Dulce, que me lembrou desse Dia Mundial da Fotografia. Sou apenas um amador, mas resolvi postar aqui algumas dessas imagens que tive sorte de registrar, que são belezas da natureza. Parabéns a todos que gostam de fotografia. E boas clicadas! ney. Outras imagens podem ser vistas em http://br.olhares.com/galeriasprivadas/browse.php?user_id=158319

terça-feira, 18 de agosto de 2009

SENTIMENTOS (clique aqui)

Lá dos anos 70 - vou lembrar aqui uma música que fez sucesso, muito bonita e romântica. O compositor e cantor, Mauricio Alberto, nasceu em São Paulo, mas adotou o nome Morris Albert e assim fez sucesso, principalmente com FEELINGS. Clique no endereço abaixo ou no TÍTULO acima. Espero que gostem.
http://www.youtube.com/watch?v=UZcoSTXjWRE

A ONDA


Clique na imagem para ampliá-la (foto ney)
Como uma onda no mar (Lulu Santos/Nelson Mota), 1983 - foi uma música que marcou época. No meu caso, vi meu meu filho já adolescente, indo a shows, inclusive esse do Lulu Santos, lançamento do LP o Ritmo do Momento. Foi uma espécie de marco, eu me aproximava dos 40 anos e percebia uma nova geração chegando. Uma sensação que diz bem na letra... Nada do que foi será... de novo do jeito que já foi um dia... tudo passa, tudo sempre passará... a vida vem em ondas como o mar... num indo e vindo infinito. Veja o vídeo no endereço abaixo ou clicando no TÍTULO (link).

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

JOGA A REDE NO MAR



Clique sobre a imagem para ampliá-la (foto ney) - hoje, na Lagoa de Maricá-RJ.
...
Os pescadores iam jogando as redes (tarrafas), e eu clicando... numa delas cheguei junto. Eles não estavam dando muito sorte com os peixes, mas consegui pescar minha imagem num clique sortudo. E valeu o papo animado, pescador e aposentado, prosa descontraída, cheia de natureza em volta.
O pescador: - Prepara a máquina que vou jogar a rede. Paciência de pescador ajudando em esperar o momento de clicar.
Na ponte sobre a lagoa o movimento de veículos não era tão grande. E pára um, outro... encostam os carros e todo mundo parece entender de pescaria (rs).
No local tem uma grande área verde, famílias pescando, um restaurante, escola de vela do projeto Grael. Céu é água bem azuis, mas para dar maior contraste e destacar a rede, coloquei a foto em preto & branco. ney.
Lembrei da canção do Oswaldo Montenegro: ... eu amava como um pescador, que se encanta mais com a rede que com o mar... eu amava, como jamais poderia, se soubesse como te encontrar... (Oswaldo Montenegro).

NA IMENSIDÃO


Clique na imagem para ampliá-la.

Na imensidão do mar, da areia, do céu, do pensar e sonhar... vivo a sentir você na suave e gostosa brisa, soprando em muitos momentos. Quero imagina-la sempre em todos os tempos, e assim eu navego nesse mar, vôo nesse céu, ando nessa interminável areia, tendo você ao meu lado. (ney).

domingo, 16 de agosto de 2009

MEGABIKE

video

Clique em PLAY > no vídeo acima.

Pista preferencial para idosos... acho que peguei muito sol (rs). Mas loucura mesmo são essas sirenes dos edifícios, que nossos ouvidos já nem percebem, mas a câmera digital registra na gravação... pi, pi, pi, pi. E cada carro que entra e sai a sirene vai tocando, aqui melhor sentida porque o trânsito era pouco, e o sinal de trânsito estava fechado. Pi, pi, pi, pi... piração.

DOMINGO II - Tardinha








Mais fotos, eu não resisto a um dia azul assim. Então voltei a pedalar à tarde, fui ver o pôr-do-sol, lindo como sempre, e para mim vai continuar com HÍFEN. Fazem trocas e continuam as exceções, então fico na antiga.
Já o "tardinha" é expressão do meu tempo, ou dos meus pais, avós... é mais que tarde e menos que noite (rs). O barquinho vai, a tardinha cai... TARDINHA É LEGAL. Tardinha era a saída do colégio, do trabalho, hora de encontrar a namorada. Passa à tardinha lá em casa... dá um pulo lá em casa à tardinha.


DOMINGO










Clique nas imagens para ampliá-las (fotos ney).
DEMAIS!
Hoje amanheceu um verdadeiro DOMINGÃO, mais um dia de muito azul. Lá fui eu pedalando e clicando pela orla, melhor que isso, só dois isso.
Gente caminhando, correndo, uma competição da pesca, praias cheias, praças, alegria e diversão. Bom final de domingo! (ney).



sábado, 15 de agosto de 2009

SÁBADO AZUL



Clique nas imagens para ampliá-las (fotos ney). Lagoa de Itaipu (Niterói).
O sábado também foi de céu azul, das rotinas, tarefas, um tempo para um passeio, um almoço com a família na AABB, de forma inevitável dou minhas clicadas.

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

SEXTA-FEIRA AZUL





Clique para ampliá-las (fotos ney) - Praia de Itacoatiara - Niterói.
Se não bastasse a sexta-feira, um dia bem azul, de ótimas ondas, na Itacoatiara de montanhas, floresta e mar.
Dever de Sonhar
Eu tenho uma espécie de dever, dever de sonhar, de sonhar sempre, pois sendo mais do que um espetáculo de mim mesmo, eu tenho que ter o melhor espetáculo que posso. E, assim, me construo a ouro e sedas, em salas supostas, invento palco, cenário para viver o meu sonho entre luzes brandas e músicas invisíveis. (Fernando Pessoa)

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

O BANQUINHO


Clique na imagem para ampliá-la (foto ney)

Acho que todos nós temos um ou mais banquinhos em nossas vidas, que lembram prosas, namoros, ficar pensando na vida. Dos bancos das pracinhas, nos “anos dourados”, muitos namoros passaram para o “escurinho do cinema”, depois para os automóveis, drive-ins (com ou sem cinema), motéis. A geração dos anos 50/60 deu início a um processo de grandes mudanças sociais, econômicas e políticas, com avanços na liberdade e na democracia. E vai a humanidade buscando seus melhores caminhos, aprendendo com erros e acertos, no sentido de um mundo livre e melhor.
Nestes tempos de correrias, inseguranças, os banquinhos ficaram bem esquecidos. Mas surgiram os banquinhos virtuais, com som, imagem, tudo em tempo real, quase ao vivo, com direito a privacidade. E neles temos o mundo ao nosso alcance, tudo na telinha.
Mas não vamos esquecer os banquinhos, e neles temos a brisa, o pôr-do-sol, e se ficar mais um pouquinho vem a LUA, e ai ele volta a ser o banco romântico de sempre. Viva o banquinho! (ney).
E viajando no tempo, vale assistir ao vídeo clicando no TÍTULO acima, ou no endereço abaixo:
http://www.youtube.com/watch?v=HJCUPgLi1R8&feature=related

terça-feira, 11 de agosto de 2009

ONTEM VERÃO, HOJE INVERNO...



Clique para ampliá-las (fotos ney).

Ontem verão, hoje inverno... dia cinzento e triste. O jeito é cantar e dançar...


segunda-feira, 10 de agosto de 2009

ENSEADAS


Clique sobre a imagem para ampliá-la (foto ney).
São muitos os olhares para quem gosta de fotografia, as belezas da natureza, o cotidiano, vistas, macro, detalhes, pessoas, animais. Mas no meu clicar amador, estão sempre presentes as enseadas, as águas tranquilas, sempre com um brilho diferente, movimentos, ondas, marolas, ventos, barcos, o vôo das aves, reflexos do céu, das nuvens, do sol, da lua.
Gostava de velejar nessas águas da Baía da Guanabara, ser levado pelo vento no meu LASER (banana-Rio); ou no pequeno bote inflável a motor (Tutuca), tive também um caiaque a remo, o OPTIMIST dos filhos, que fizeram escola de vela. Nada de grandes aventuras, um velejar tranquilo, mas mesmo assim passei por momentos difíceis, virado no meio da Baía, quebrado num sudoeste violento na entrada da barra, tendo sido rebocado pelo auxílio de outras embarcações (o socorro é um compromisso de honra e norma entre todos que estão no mar). Além de habilitado pela Capitania dos Portos - sou ARRAIS AMADOR, que exige bastante conhecimentos teóricos na prova, vale o aprendizado de cada dia.
Niterói é bem isso, o nome indígena quer dizer "água escondida, ou protegida", e algumas outras versões, e os contornos da orla formam inúmeras enseadas.
Gostaria de saber dizer desse encanto de forma poética, como não tenho o dom digo nesses registros fotográficos de AMADOR. Não mais velejando, vou de carro ou de bicicleta, e não canso de apreciar a harmonia dessas enseadas, olhando e clicando essa paisagem tranquila, que nos dá muita paz. Bom demais! ney/

BEM BOLADO (clique aqui)

Bem bolada essa propaganda, clique no TÍTULO acima.

GAIVOTAS - (clique aqui)


Clique na imagem para ampliá-la (foto ney).
Clique no TÍTULO acima e ouça a música.

ESCULTURAS, ARTE E ARTESANATO (clique aqui)

Esculturas com galhos de árvores... veja no link clicando no TÍTULO ACIMA, ou ainda em

http://curiosidadesnanet.wordpress.com/2008/07/22/arte-com-galhos/
http://www.dormiu.com.br/curiosidades/cavalos-de-madeira-por-heather-jansch-7899/
http://www.youtube.com/watch?v=gB_pnvYF3xc&feature=related

domingo, 9 de agosto de 2009

DOMINGO DE SOL





Clique nas imagens para ampliá-las (fotos ney).
Bom quando um dia de domingo amanhece azul, tem uma tarde brilhante, e um lindo pôr-do-sol. Nem calor, nem frio, temperatura agradável. Viva a natureza!