segunda-feira, 7 de setembro de 2009

IMAGINAÇÃO



Clique nas imagens para ampliá-las (fotos ney).
Na primeira foto acima estou acenando pela última vez, o navio já tinha apitado e estava de partida. Logo começou a navegar, cortava as ondas em velocidade, eu via a espuma passando. Foi então que me senti uma sombra de mim, fiquei triste, perdi a respiração, como se meu corpo estivesse submergindo naquele imenso oceano, e a alma já perdida em lembranças e saudades. Ainda bem que não passou de imaginação, eu só estava olhando a orla encostado na grade do calçadão (rs). Já percebeu que olhando e escutando a água em movimento a gente relaxa, seja na beira do mar, de um rio, um simples riacho, até mesmo essas pequenas fontes decorativas. É gostoso, um direito que nos damos, e nunca esqueço da realidade a minha volta. Peguei a bicicleta e segui no meu passeio pela orla no belo dia de sol. ney.

4 comentários:

tereza disse...

Mas que maximo!
Amigo ney, cheio de energia!
Abraço

ney disse...

tereza,
Viagens reais e imaginárias, vamos aproveitando o melhor sentido, as boas energias, desfrutando o caminhar, já que o destino faz parte dos mistérios da vida, da grandeza e a magia da Criação. Abraço/ney.

Pétalas D'Alma disse...

è por isso que adoro o mar...seu barulho, seu movimento, sua cor, são exatamente um meio para um relaxamento físico e mental... a alma transcende!! Bjus Sol

ney disse...

Isso mesmo, Sol, acalma e alegra o corpo e a alma. bjs/ney.