sábado, 6 de fevereiro de 2010

NAMORO NO PORTAO



Vendo essa casa, num passeio hoje por um bairro antigo, resolvi fotografar. Lembrei dos namoros no port'ao, nas escadas, no jardim. Anos dourados, o bombom SONHO DE VALSA, drops DULCORA, chiclets de bola, perfume LANCASTER, Alfazema. Bilhetinhos e cartas - guardados ate hoje num bau. Nos cadernos escolares coracoes com as setas do culpido, e os nomes gravados nos troncos das arvores. Banco da pracinha, sorvete, escurinho do cinema. Das maos dadas ao primeiro beijo, o olhar vigilantes dos pais. ney.

4 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Ney, realmente a casa é linda, nostálgica e romântica. Pena que atualmente existam poucas delas.
Abração

Amapola disse...

Bom domingo.
Nossa... lembrei-me do meu primeiro namorado. Era no portão, e sempre alguém passava por perto, para vigiar.
Um abraço.

ney disse...

Wanderley,
Obrigado pela visita amiga. ney.

ney disse...

Amapola,
Obrigado pela visita. Os namoros eram mesmo vigiados, acho que hoje os pais pensam diferente, enquanto namorando os filhos ficam longe das violencias das ruas. Bom domingo. ney.