sexta-feira, 9 de outubro de 2009

PORTA ENTREABERTA II - O lado de fora


Clique sobre a imagem para ampliá-la (foto ney) - Jardim Botânico - Rio de Janeiro. Então eu disse, do lado de dentro daquela sacada (postagem anterior):

Suave luz, brisa, perfume, música
Olhar, brilho, acolhimento, sentimento, envolvimento
Momento cálido, eterno, pleno
Eu e você.
......................................
Mas lá fora é longo o caminhar, cheio de escolhas, decisões, atitudes, indagações, um universo maior de amor e convivência do EU E VOCÊ, mas não se quer dizer que seja maior que o amor, ou que ele não saiba esperar, embora possa acabar:

Sol, chuva, frio, calor, rotina, correria
Distâncias, circunstâncias, ruídos, dispersões, desassossegos
Muros, pontes, alegrias, tristezas, momentos reais do EU E VOCÊ.
Sentar, conversar, esperar, entender, buscar, refazer
Portas se abrem e se fecham para o EU E VOCÊ. (ney).

4 comentários:

tereza ferraz disse...

Estou encantada!
Pleno e perfeito, palavras sentidas coração.
Abraço!!!

ney disse...

tereza,
Obrigado. Fico feliz e motivado, gostoso fotografar e escrever do nosso jeito, vale o sentir, aproveitar esses momentos. Abraço/ney.

Irene Moreira disse...

Ney como me emocionei com seu poema, suas palavras, quanto amor... A Inspiração está a flor da pele.Parabéns! Bjs e bom domingo

ney disse...

Irene,
Muito obrigado por essas carinhosas palavras. Flor da pela me fez lembrar o filme O AMOR À FLOR DA PELE, do Wong Kar-Wai, a paixão intensa e envolvente desse grande diretor oriental. Pena que se encontra em algumas poucas locadoras de circuito independente, mas seu último sucesso, BEIJO ROUBADO, acabou por consagrá-lo no mundo ocidental. bjs e bom final de semana. ney.