quinta-feira, 22 de outubro de 2009

PÃO DE AÇÚCAR










Clique sobre as imagens para ampliá-las (fotos ney). E ele assim parece mesmo um pão coberto de açúcar, as nuvens parecem algodão doce.

Na verdade a origem do nome tem várias versões históricas. Mas segundo historiadores, o que se pode acreditar de fato é mesmo o nome dado pelos portugueses durante o apogeu do cultivo da cana-de-açúcar no Brasil (século XVI e XVII), quando após a cana ser espremida e o caldo fervido e apurado, os blocos de açúcar eram colocados em uma forma de barro cônica para transportá-lo para a Europa, a qual era denominada "pão de açúcar". A semelhança do penhasco carioca com aquela forma de barro teria originado o nome. Mais detalhes e imagens em
http://interata.squarespace.com/jornal-de-viagem/2007/5/13/po-de-acucar-rio-de-janeiro.html

6 comentários:

Eduardo Rocha disse...

No filme "Cortina de Fumaça", o personagem vivido por Harvey Keitel, bate fotos no mesmo lugar, todos os dias no mesmo horário.
Quero dizer com isso que, a imagem sempre é diferente mesmo que o objeto seja o mesmo.
Valeu a foto.

Ignoto Jardim disse...

Lindas fotos! Também acho as pin ups uma graça, mas gosto das antigas, feitas nas décadas de 30, 40, 50. essas eu peguei de um site americano. Eu li que os artistas usavam rostos de grandes divas do cinema, e pintavam a partir de fotos feitas com modelos nao famosas. Se vc olhar bem, essa que pus no meu blog tem o rosto de Bate Davis aos vonte anos, mas Bete era atr´z de teatro, toda classuda, ela nao posaria para essa foto, entao ele imaginava o rosto dela, e usava outra modelo. Eu gosto de olhar e descobrir em que atriz eles se inspiravam.
As pinupas encantavam o imaginario masculino porque elas eram um mistura de pecado com inocencia.

ney disse...

Verdade, brother, e no filme foi por demais significativa uma das imagens, uma mudança brusca de vida. E o filme diz nos olhares, nas emoções, nos detalhes que dão alma a tudo. Bem lembrado. ney.

ney disse...

Verdade, Ignoto, inesquecíveis PINUPS, que continuam a dizer com suas belezas, sensualidade, um jeito simples que encantou o mundo, e explodiu na propaganda comercial. Não percebi o rosto da Beth Davis na PINUP do seu blog, uma artista que marcou época, forte presença feminina, indicada para muitas levou duas estatuetas do OSCAR. Já usei PINUPS em postagens, no photoshop já me coloquei ao lado de uma delas (rs), vou ver se acho. Abraço, ney.

verapsico disse...

Ney!
Suas fotos são tão poéticas, profundas, serenas, mexem na memória e no tempo, e tocam o coração! Ainda torço para que um dia você resolva fazer uma exposição com elas.
Um abraço, Vera

ney disse...

Vera,
Obrigado por essas palavras amigas e carinhosas, que incentivam. Fico muito feliz, porque as retrato com muito amor, e quero ser um eterno amador.
São belezas da natureza, momentos, cotidianos, fotografando a gente sente mais intensamente, perbece detalhes, guarda na memória para rever, ou simplesmente se distrai. Abraço/ney.