sábado, 8 de novembro de 2008

VIAGEM NO TEMPO





.

.

.

.

.

.

Clique sobre a imagem para ampliá-la.

E vendo o bau de fotos percebi que eu era FASHION quando criança... na rua com um elegante pijama de flanela, e no quintal da casa lá está o tamanco de marca, modelo exclusivo (vide seta). Mas inesquecível mesmo foi o cachorro JUPI, fiel amigo, brincando comigo pelo quintal, um vira-lata que sabia tudo de cativar e cultivar a amizade.

3 comentários:

Dulce Costa disse...

Ney
Adorei o pijama! Pijama de flanela! Eles eram uma delícia nas noites de frio... E os tamancos? risos... os tamancos ficavam atrás da porta, la no casarão, porque a criançada brincava era descalça, mesmo, nas ruas... Só não tínhamos um Jupi... Bons tempos... Que viagem!...

ney disse...

Valeu pelos comentários de época, era isso mesmo. E nem vamos falar do fogareiro a carvão, da geladeira a querosene que foi uma novidade que poucos tiveram... daqui a pouco estamos falando dos bondes e vão pensar que também somos antigos (rs). Mas vou resistir ao pijama da velhice, não tão bonitinho como aqueles de criança; e a cadeira de balanço... nem pensar!

Dulce Costa disse...

Adoro uma cadeira de balanço... risos... mas ainda prefiro uma poltrona ao lado de uma lareira... risos... com este friozinho, não tem nada melhor... e quanto aos bondes, não existe ainda o de Sta. Tereza, ai no Rio? Pois então?... risos... É deles que falamos... rs...